Outubro Rosa

Previna-se contra o Câncer de Mama

Outubro Rosa é uma campanha promovida para conscientizar e alertar a sociedade, em especial as mulheres, sobre a necessidade de prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Com a chegada do mês de outubro, os canais televisivos e as mídias virtuais destacam com mais afinco a importância da mamografia e do autoexame. O movimento reúne instituições particulares e ONG´s, eventos esportivos e de entretenimento e ações pontuais como locais turísticos e de expressões culturais que ficam iluminados pela cor que emblema a época.  

Conhecido mundialmente, o laço rosa foi criado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, em 1990 e, desde então, promovida anualmente na cidade. O símbolo Internacional é usado por pessoas, empresas e organizaçõesdirecionadas na causa da prevenção da doença. 

Como ocorriam várias ações isoladas sobre o tema nos Estados Unidos, o Congresso Americano decretou o mês de outubro como o mês nacional de prevenção do câncer de mama, ele tornou-se um movimento conhecido pelo mundo todo.

Hoje existe aplicativos e vídeos tutorias explicando como se apalpar da maneira correta. Mas ele NÃO pode ser o único caminho para se prevenir.

No Brasil, de acordo com a revisão das Diretrizes para a Detecção Precoce do Câncer de Mama (publicada em 2015), a mamografia é o único método recomendado onde a aplicação em programas de rastreamento apresenta eficácia comprovada na redução da mortalidade do câncer de mama.

 

HPV - Prevenção para a mulher

Apesar do destaque ser para o câncer demama, relembramos a importância da prevenção contra o câncer do colo do útero. No Brasil ele ocupa o terceiro lugar, (INCA 2014), em segundo estão os de mama e intestino (colon e reto), com taxa de incidência de 15 novos casos em 100.000 mulheres ao ano. A mortalidade pode chegar a 5 casos em 100.000 ao ano.

Uma das formas mais eficazes de se prevenir é a vacinação contra o HPV(papiloma vírus humano) que também previne contra o câncer do colo do útero. Esta vacina pode ser tomada nas clínicas particulares e também é oferecida pelo SUS nos postos de saúde e em campanhas de vacinação nas escolas.

Normalmente a descoberta do HPV acontece em algum exame de rotina, como o papanicolau, colposcopia, vulvoscopia, peniscopia ou anuscopia.

A vacina contra o HPV tem eficácia comprovada durante 8 a 9 anos. Nas clínicas particulares, ela se aplica ameninas e mulheres entre 9 e 45 anos de idade (se for a vacina quadrivalente), ou qualquer idade acima dos 9 anos, se for a vacina bivalente;

Já para meninos e homens entre 9 e 26 anos de idade, com a vacina quadrivalente.

 

Números

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil (depois do de pele não melanoma), ele atinge cerca de 28% dos casos novos a cada ano. Ele também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença. Há vários tipos de câncer de mama, alguns evoluem de forma rápida, outros, não. A maioria dos casos tem bom prognóstico. O INCA (Instituto Nacional do Câncer) estima que tenha ocorrido 57.960 novos casos em 2016. Em 2013, o número de mortes foi de 14.388, sendo 181 homens e 14.206 mulheres. (2013 - SIM).

Até os 35 anos ele é relativamente raro, acima desta idade sua incidência cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos, tanto nos países desenvolvidos quanto nos em desenvolvimento.

O objetivo do Outubro Rosa é divulgar informações sobre o câncer de mama, benefícios e riscos da mamografia e elucidar os mitos e verdades sobre a prevenção e detecção precoce da doença.